Entrando na Presença de Deus – O modelo do Tabernáculo

Compartilhe com seus amigos.

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Increva-se para receber nossos próximos vídeos e artigos.
Loading

O primeiro (antigo) testamento é tão rico e profético que devemos estudar e aprender mais através dele. De acordo com o modelo do Tabernáculo de Moisés, existem alguns passos que podemos seguir para nos aproximar de Deus. Você pode encontrar a descrição do Tabernáculo de Moisés em Êxodo do capítulo 25 ao 30.

Átrio

  • Altar do holocausto (Ex. 27.1-8)
  • Bacia de bronze (Ex. 30.17-21)

Entrega e Confissão

– Entrega/Sacrifício – Filipenses 4.6,7 – Não andeis ansiosos de coisa alguma; em tudo, porém, sejam conhecidas, diante de Deus, as vossas petições, pela oração e pela súplica, com ações de graças. E a paz de Deus, que excede todo o entendimento, guardará o vosso coração e a vossa mente em Cristo Jesus. 

– Arrependimento/Confissão de nossos pecados –  1Joao 1.9  – Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados e nos purificar de toda injustiça.

Preocupações e ansiedade nos impedem de entrar em Sua Presença. Se compartilharmos nossos pedidos e preocupações, e formos gratos pelo que Ele fez, podemos receber Sua paz para fazer Sua vontade e sermos usados por Ele.

Yeshua fez o grande sacrifício, mas nós ainda devemos sacrificar muitas coisas para entrarmos em sua Presença, nosso tempo, nossas ansiedades, desejos, medos e preocupações.

Esses dois passos são essenciais para nos aprofundarmos em sua presença. Precisamos nos humilhar, confessando nossos pecados e fraquezas em sua presença para sermos perdoados, purificados e aceitos por Ele.

Lugar Santo

  • Menorah (Ex. 25. 31-40) / Azeite (Ex. 27.20-21)

Convidando o Espírito Santo

Efésios 5.18,19 – E não vos embriagueis com vinho, no qual há dissolução, mas enchei-vos do Espírito, falando entre vós com salmos, entoando e louvando de coração ao Senhor com hinos e cânticos espirituais.

O livro de Salmos é um padrão maravilhoso que podemos seguir para aprender a entrar na Presença de Deus. Podemos declará-los, cantá-los (hinos) ou criar nossos próprios salmos e adorarmos de forma espontânea.

 “Cânticos espirituais” podem significar cantar no espírito, em línguas.

É importante entender o dom de falar/ orar/ cantar no espírito. Leiamos alguns versos:

Marcos 16.17     – Estes sinais hão de acompanhar aqueles que creem: em meu nome, expelirão demônios; falarão novas línguas.

1 Coríntios 14.4a     – O que fala em outra língua a si mesmo se edifica

Judas 1.20     – Vós, porém, amados, edificando-vos na vossa fé santíssima, orando no Espírito Santo.

1 Co 14,18 – Dou graças a Deus, porque falo em outras línguas mais do que todos vós.

1 Co 14. 13, 14, 15 – Pelo que, o que fala em outra língua deve orar para que a possa interpretar. Porque, se eu orar em outra língua, o meu espírito ora de fato, mas a minha mente fica infrutífera. Que farei, pois? Orarei com o espírito, mas também orarei com a mente; cantarei com o espírito, mas também cantarei com a mente.

Quando oramos em línguas ficamos mais sensíveis à Sua Presença.

 

  • Mesa para os pães da proposição (Ex. 25.23-30)

Leitura / Declaração / Cantando a Palavra de Deus

João 6:35    – Declarou-lhes, pois, Jesus: Eu sou o pão da vida; o que vem a mim jamais terá fome; e o que crê em mim jamais terá sede.

1 Timóteo 4.6 – Expondo estas coisas aos irmãos, serás bom ministro de Cristo Jesus, alimentado com as palavras da fé e da boa doutrina que tens seguido.

Mateus 4.4 – Jesus, porém, respondeu: Está escrito: Não só de pão viverá o homem, mas de toda palavra que procede da boca de Deus.

Jeremias 15.16     – Achadas as tuas palavras, logo as comi; as tuas palavras me foram gozo e alegria para o coração, pois pelo teu nome sou chamado, ó Senhor, Deus dos Exércitos.

Uma prática muito importante é a meditação na Palavra de Deus.

Meditar é trazer algo à mente repetidamente. Essa prática é como ruminar, as vacas após engolires o alimento, trazem-no de volta à boca para mastiga-lo novamente. Quando meditamos em Sua Palavra, o Espírito trará revelação e oraremos de acordo com a revelação recebida. É por isso que muitas vezes sentimos de cantar ou declarar apenas um verso durante meia hora, porque assim meditamos e recebemos revelação através dele.

 

  • Altar do incenso (Ex. 30.1-10)

Intercessão

Apocalipse 5.8   – e, quando tomou o livro, os quatro seres viventes e os vinte e quatro anciãos prostraram-se diante do Cordeiro, tendo cada um deles uma harpa e taças de ouro cheias de incenso, que são as orações dos santos

O cohen haGadol (Sumo Sacerdote) viria a este lugar carregando as 12 tribos em seu peito (peitoral) e intercedendo em nome de seu povo. Devemos fazer o mesmo já que somos chamados de sacerdotes por Ele.

 

Santo dos Santos

  • Arca do Testemunho (Ex. 25.10-16)

Intimidade

Este é o momento em que desfrutamos de Sua Presença e recebemos Seu toque e ministração. Este é o momento da intimidade com o Senhor. Não é mais momento de entregar, mas sim de recebermos dele.

Cântico dos Cânticos 4.9-10

Arrebataste-me o coração, minha irmã, noiva minha;

arrebataste-me o coração com um só dos teus olhares,

com uma só pérola do teu colar.

10Que belo é o teu amor, ó minha irmã, noiva minha!

Quanto melhor é o teu amor do que o vinho,

e o aroma dos teus unguentos do que toda sorte de especiarias!

* Esses passos não devem ser uma fórmula ou nos colocar em uma caixa, mas nos ajudar a ter mais revelação de Sua beleza e santidade, também para ter uma compreensão mais profunda de Seus caminhos e seu amor por nós através do Messias Yeshua.

 

Compartilhe com seus amigos.

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Increva-se para receber nossos próximos vídeos e artigos.
Loading