Ceia do Senhor x Ceia de Natal – Anunciando a Salvação ao Povo Judeu

"Por semelhante modo, depois de haver ceado, tomou também o cálice, dizendo: Este cálice é a nova aliança no meu sangue; fazei isto, todas as vezes que o beberdes, em memória de mim.    Porque, todas as vezes que comerdes este pão e beberdes o cálice anunciais a morte do Senhor, até que ele venha"
1Coríntios 11:25-26

As datas festivas estabelecidas por Deus para Seu povo estão descritas em Leviticos 23.
As 7 datas estabelecidas são tempos determinados por Deus para que Seu povo celebre através de atitudes e símbolos, relembrando acontecimentos e profetizando acontecimentos futuros.


Entendemos que através destas celebrações em seus tempos determinados o caminho do Messias foi, é e será preparado.
Entendemos também que as pessoas que não eram parte do povo judeu mas que desejavam celebrar/adorar a Deus através destes atos e símbolos poderiam se unir a eles.


Sendo assim as Festas do Senhor devem ser celebradas por aqueles que foram enxertados na oliveira (Romanos 11).


Os gentios crentes em Yeshua têm cada vez mais se aproximado do povo judeu e desejado celebrar as festas (Zacarias 8.23)


Mesmo assim ainda há um caminho a ser trilhado para que cheguem à chamada “plenitude dos gentios” em Romanos 11.25.
A plenitude não tem a ver com quantidade mas qualidade, ou seja, os gentios crentes serem plenos no entendimento e pratica das escrituras para que causem ciúmes nos judeus e todo Israel seja salvo (Rm 11.26).


O que chamamos de Ceia do Senhor foi instituída em Pessach, uma das 7 Festas de Leviticos 23 que aconteceu primeiramente no Exodo do Egito mas que profetizava a morte de Yeshua por nossos pecados trazendo vida eterna hoje (vida abundante) e eternamente.


Shaul (Paulo) nos ensina que quando tomamos o vinho e comemos o pão, anunciamos a morte Dele ate que Ele retorne.


Em nenhum momento Yeshua nos ordenou anunciar seu nascimento. Mas qual o problema em fazê-lo?
A questão é que a data estabelecida para isso por homens não é nenhuma data estabelecida por Deus mas sim uma data que desde a Babilonia e por diversas culturas tem sido dedicada a celebração de aniversario de nascimento de ídolos pagãos. Os símbolos desta festa confirmam isso (arvore, guirlandas, papai Noel, renas, etc...)
Alem disso sabemos pela Bíblia que Yeshua não nasceu nesta data.
Infelizmente um judeu não consegue desconectar o Jesus anunciado no Natal dos outros símbolos desta festa. Desta forma, os gentios crentes que ainda celebram o Natal, anunciam ao nosso povo um messias falso, mascarado, fundador de uma nova religião e assim um anti-messias, ou anticristo, os afastando cada vez mais do verdadeiro Messias Yeshua.


A Palavra nos fala acerca de Babilônia e suas abominações, ela é falsa profeta e engana o povo com meias verdades.


'pois todas as nações têm bebido do vinho do furor da sua prostituição. Com ela se prostituíram os reis da terra. Também os mercadores da terra se enriqueceram à custa da sua luxúria. Ouvi outra voz do céu, dizendo: Retirai-vos dela, povo meu, para não serdes cúmplices em seus pecados e para não participardes dos seus flagelos; '


Apocalipse 18:3-4


A própria não aceitação dos judeus crentes em Yeshua por parte dos judeus tradicionais é uma conseqüência do paganismo que se formou em torno da pessoa de Yeshua. Para eles é inaceitável um judeu permanecer judeu crendo nesse messias deturpado que foi e é anunciado ate hoje.


http://www.jpost.com/Israel-News/Diaspora-Affairs-Will-Israel-ever-accept-Messianic-Jews-518129


Se você cresceu celebrando o Natal, arrependa-se, converse com seus familiares, se posicione e comece a celebrar o que é verdadeiro e puro.


Desta forma você apressará a salvação dos judeus e o retorno do Messias Yeshua.


No Sublime e Maravilhoso Amor de Yeshua haMashiach


Data do Nascimento de Yeshua segundo a Biblia:


'Nos dias de Herodes, rei da Judeia, houve um sacerdote chamado Zacarias, do turno de Abias. Sua mulher era das filhas de Arão e se chamava Isabel.  Ambos eram justos diante de Deus, vivendo irrepreensivelmente em todos os preceitos e mandamentos do Senhor.  E não tinham filhos, porque Isabel era estéril, sendo eles avançados em dias.   '
Lucas 1:5-7


Em 1 Cronicas 24 - podemos ver a divisão dos Turnos dos Sacerdotes para o oficio no Templo, divididos aproximadamente de 15 em 15 dias, somando 24 Sacerdotes divididos por todo ano, sendo assim o Turno da Ordem do Sacerdote Abias é no OITAVO turno, segundo o calendário judaico que cai no mês de Tamuz


'a sétima, a Hacoz; a oitava, a Abias; '
1Crônicas 24:10


'Sucedeu que, terminados os dias de seu ministério, voltou para casa.   Passados esses dias, Isabel, sua mulher, concebeu e ocultou-se por cinco meses, dizendo:  Assim me fez o Senhor, contemplando-me, para anular o meu opróbrio perante os homens.    No sexto mês(da gravidez de Isabel), foi o anjo Gabriel enviado, da parte de Deus, para uma cidade da Galileia, chamada Nazaré,  a uma virgem  desposada com certo homem da casa de Davi, cujo nome era José; a virgem chamava-se Maria.  E, entrando o anjo aonde ela estava, disse: Alegra-te, muito favorecida! O Senhor é contigo. '
Lucas 1:23-28


Acompanhe o calendário abaixo e veja a data aproximada do nascimento de Yeshua:

- Turno de Abias (Zacarias) oitavo turno =Tamuz quarto mês do calendário judaico. 
- Isabel concebe = Abe ou Av quinto mês do calendário judaico.
- Maria concebe através do Espirito Santo = Sabate ou Shevat decimo primeiro mês do calendário judaico.
- João Batista nasce = Aviv ou Nisã primeiro mês do calendário judaico.
- 6 meses depois provavelmente nasce Yeshua = Etanim ou Tishrei sétimo mês do calendário judaico, mês das festas de outono (possivelmente entre Yom Teruah-Dia das Trombetas "Lv23:24"  e Succot-Tabernáculos "Lv23:34")


'E o Verbo se fez carne e habitou (Tabernaculou) entre nós, cheio de graça e de verdade, e vimos a sua glória, glória como do unigênito do Pai.  '
João 1:14


HaleluYah