Gur Hasidim – Prisão, Luto e Espírito Angustiado

"Sucedeu que, vendo Jorão a Jeú, perguntou: Há paz, Jeú? Ele respondeu: Que paz, enquanto perduram as prostituições de tua mãe Jezabel e as suas muitas feitiçarias?"
2Reis 9:22

Na noite de sábado 09/09 houve um confronto na cidade de Arad em Israel, entre os judeus ultra-ortodoxos e os seculares.
Os ultra-ortodoxos da dinastia “Gur Hasidim” tem se mudado para Arad nos últimos anos e a cidade tem se tornado um reduto ortodoxo.


Os seculares se incomodam com o crescimento do grupo religioso na cidade pelo seu comportamento hostil e dominador.


Na semana passada cartazes foram pendurados na cidade pelos seculares, com a foto de um dos lideres dos “Gur Hasidim” com o texto: “Vocês sujaram Arad”e “Arad não está a venda”.


A questão dos ultra-ortodoxos não é uma questão especifica de Arad, mas permeia todo Israel, já que eles são sustentados financeiramente pelo Governo, mas não cumprem com o dever de todo cidadão que é servir ao Exercito. Aqueles da comunidade religiosa que decidem fazê-lo são expulsos de suas comunidades e famílias.


Em Arad a questão se torna mais critica pela presença numerosa de religiosos. Se formos buscar a origem da dinastia “Gur Hasidim” vamos ver que este nome vem no idioma Ydish, do nome de uma cidade na Polonia, “Gora Kalwaria”.


“A cidade tem significado para ambos cristãos católicos e judeus chasidicos. Originalmente seu nome era simplesmente Góra (literalmente: “montanha), em 1670 mudou para Nowa Jerozolima (“Nova Jerusalem”) e no século 18 para Góra Kalwaria (“Monte Calvário”).”
“A cidade era puramente Cristã e aos judeus não era permitido se estabelecer ali. No inicio do século 19 a proibição ao estabelecimento judaico terminou e os judeus rapidamente se tornaram o grupo predominante na cidade. Góra Kalwaria então se tornou um dos maiores centros do Judaísmo Chasidico e lar para a dinastia Gur.”

https://en.wikipedia.org/wiki/G%C3%B3ra_Kalwaria


A principio estes dois grupos (católicos e judeus chasidicos) são distintos, porem o espírito maligno que age nestes grupos é o mesmo. Apresentando uma autoridade hierárquica manipuladora, que exige total submissão, seus discípulos são privados de ler e aprender as escrituras ministrados pelo Espirito de Deus, conforme descrito em 1 João 2.27:


"Quanto a vós outros, a unção que dele recebestes permanece em vós, e não tendes necessidade de que alguém vos ensine; mas, como a sua unção vos ensina a respeito de todas as coisas, e é verdadeira, e não é falsa, permanecei nele, como também ela vos ensinou."


Infelizmente esse espírito de religiosidade ainda atua fortemente nas igrejas evangélicas, nas quais seus lideres exercem controle sobre seus discípulos e suas decisões.


No meio judaico esse espírito causa dois efeitos contrários. Uns são completamente seduzidos pela religiosidade e outros sentem repulsa e não querem ligação alguma com Deus por causa da má impressão causada pelos ortodoxos.


Este espírito demoníaco aprisiona completamente o espírito profético, que é o testemunho de Yeshua (Ap. 19.10) e assim distancia as pessoas Dele.


Ele apresenta uma falsa santidade despida de alegria e vida, conforme a palavra de Yeshua:


"Ai de vós, escribas e fariseus, hipócritas, porque sois semelhantes aos sepulcros caiados, que, por fora, se mostram belos, mas interiormente estão cheios de ossos de mortos e de toda imundícia! Assim também vós exteriormente pareceis justos aos homens, mas, por dentro, estais cheios de hipocrisia e de iniqüidade."
Mateus 23:27-28


Oremos para que os olhos e ouvidos sejam destapados pela unção que está em Yeshua:


"Amas a justiça e odeias a iniquidade; por isso, Deus, o teu Deus, te ungiu com o óleo de alegria, como a nenhum dos teus companheiros."
Salmos 45:7


Esta unção também foi derramada sobre nós:


"O Espírito do SENHOR Deus está sobre mim, porque o SENHOR me ungiu para pregar boas-novas aos quebrantados, enviou-me a curar os quebrantados de coração, a proclamar libertação aos cativos e a pôr em liberdade os algemados; a apregoar o ano aceitável do SENHOR e o dia da vingança do nosso Deus; a consolar todos os que choram e a pôr sobre os que em Sião estão de luto uma coroa em vez de cinzas, óleo de alegria, em vez de pranto, veste de louvor, em vez de espírito angustiado; a fim de que se chamem carvalhos de justiça, plantados pelo SENHOR para a sua glória."
Isaías 61:1-3


Lemos nos versos acima que Deus deseja trocar as vestes dos que estão de luto e esta é verdadeiramente a condição dos judeus ortodoxos. Estes vestem-se somente de preto já que estão em constante luto pelo Templo que foi destruído.


Temos uma amiga intercessora, que está agora em Góra Kalwaria guiada pelo Espírito de Deus para fazer atos proféticos no sentido de enfraquecer a atuação desse espírito e de seus efeitos em Israel.


Oremos por proteção e perfeito discernimento, b’shem Yeshua!


“Então, disse ele: Lançai-a daí abaixo. Lançaram-na abaixo; e foram salpicados com o seu sangue a parede e os cavalos, e Jeú a atropelou. Entrando ele e havendo comido e bebido, disse: Olhai por aquela maldita e sepultai-a, porque é filha de rei. Foram para a sepultar; porém não acharam dela senão a caveira, os pés e as palmas das mãos. O cadáver de Jezabel será como esterco sobre o campo da herdade de Jezreel, de maneira que já não dirão: Esta é Jezabel."
2Reis 9:33-37